[ editar artigo]

Nada é impossível - parte 2

Nada é impossível - parte 2

Oie! Continuando a contar a minha estória. Como havia dito no post anterior a minha rotina de treinos até setembro/18 era chegar na academia as 06h (ou mais tarde nos finais de semana e feriados), fazia um dos treinos de musculação (membros superiores ou membros inferiores) e caminhava 40 minutos na esteira. E assim, antes das 08h da manhã eu já estava no meu trabalho e no fim do dia conseguia cedo em casa. Essa rotina estava perfeita, apesar de continuar obesa, já havia baixado dos 3 dígitos, os exames de clínicos estavam dentro dos padrões de referência, e não poderia ser considerada uma pessoa sedentária. SHOW! 😃


Com o inicio do Agora Vai na primeira semana de setembro/2018, eu acabei saindo desta minha "zona de conforto". Pois, algo inimaginável para mim era ter que aparecer 2 vezes ao dia na academia ou ficar por lá por mais de 90 minutos.

Na parte relacionada à alimentação os ajustes necessários foram poucos, afinal algumas coisas já não faziam parte da minha rotina alimentar como: refrigerantes, açúcar/adoçantes, comida congelada, etc. As principais mudanças na alimentação foram: antes da ir para academia tomar um suco "verde", levar uma "marmita" com o café da manhã para comer após o exercício, levar lanches e reduzir o consumo de pães/massas.

A grande mudança foi no volume e na intensidade da atividade física. Por orientação da professora líder do grupo, passei a fazer aulas de spinning 3 vezes na semana (me apaixonei logo de cara pelo spinning), e toda a semana ela passava um desafio diferente para a equipe fazer, os desafios incluíam participar de aulas de alongamento, ioga, fazer alguns exercícios funcionais, alguns treinos de velocidade na esteira, etc. E para conseguir cumprir todos estes desafios, comecei a voltar para a academia ao final do dia. 😳

Ok, não precisava fazer tudo o que era sugerido, mas se eu havia proposto para mim mesma tentar algo diferente e estava pagando a mais por isso, me esforçar para fazer o que estava sendo sugerido seria o mínimo. E isso seria “apenas” por 3 meses. 🤣

E via WhatsApp, as pessoas da equipe compartilhavam diariamente as atividades físicas que haviam feito e o que haviam comido.

Ao final de setembro, a academia pediu que os professores incentivassem os alunos que estavam participando do programa, a se inscreverem para correr 5km na Maratona de Curitiba que aconteceria no dia 18 de novembro. Quando ela sugeriu isso ao grupo, eu já falei que não iria. Que não conseguia correr nem 100m, imagina correr 5000m!!!

Bem, ela conversou comigo e perguntou se eu topava tentar fazer um treino de corrida que ela iria me passar, era um treino que intercalava caminhada e corrida na esteira. Era para repetir 2 vezes a sequencia: 5 min caminhando, 1 min correndo forte, 4 min caminhando, 2 min correndo moderado, 3 min caminhando, 3 min correndo fácil, 2 min caminhando.

E com isso eu descobri, que eu conseguia "correr" sem morrer, mas ia precisar de um tênis novo com bom amortecimento e que iria comprar um frequencímetro para usar tanto nas aulas de spinning (que já estava viciada) como na esteira.

E comecei o mês de outubro com animação total, e como eu teria 3 semanas de férias, passei a fazer as aulas de corrida que a Dani (a professora líder da nossa equipe) dava as 08h30, passei a fazer o spinning nas ter/qui com outra professora indicada por ela, e a nutricionista deu uma reduzida maior na quantidade de carboidratos que eu estava consumindo para intensificar o processo de emagrecimento.

O desafio proposto da prova de 5km foi o grande divisor de “águas”! Ali fui picada pelo bichinho da corrida e das provas de rua... Foram 5km difíceis, mas quando passei na linha de chegada... Nossa!! Que sensação!! 😍 Eu sabia que precisa mais corridas na minha vida! Coloquei como meta pelo menos 1 prova de corrida por mês e defini que eu iria fazer novamente os 5km na Maratona de Curitiba de 2019 e que iria conseguir correr o tempo todo! 👊🏽👊🏽 Mas esse tópico (Maratona de Curitiba) merece um post específico. 😉


O resultado final (mensurável) do Agora Vai, foi emagrecer 11,7kg, sendo que 10,6kg foram de gordura corporal. Uma redução de 6,8% no percentual de gordura.

Porém o resultado mais importante foi ter me apaixonado pelas aulas de spinning e pelas provas de corrida de rua. E para continuar participando das provas e evoluindo de maneira segura, eu precisaria de acompanhamento de profissionais qualificados. A professora do Agora Vai virou a minha treinadora de corrida, e a nutricionista continua me orientando e alterando a minha alimentação sempre que necessário. ☺️ E além delas, eu passei a fazer acompanhamento com uma amiga médica, que é especialista em Medicina Integrativa, para manter a saúde sempre em dia e aguentar o ritmo dos treinos.

Em resumo, foram 3 meses maravilhosos e que mudaram a minha vida para sempre. Eu conheci outros professores da academia, conheci novas atividades físicas e novas pessoas. Algumas pessoas vieram a se tornar novas amizades e estão na minha vida até hoje. 🙏🏽

Ainda tenho muita coisa para contar, inclusive como que passei de provas de corrida de rua para provas de triathlon. 🏊🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🏃🏽‍♀️

Mundo Voit
Yara Maria Romero da Silva
Yara Maria Romero da Silva Seguir

Engenheira eletricista, atleta amadora, que ama cozinhar e é louca por louças. ⚙️💡🏊🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🏃🏽‍♀️👩🏽‍🍳

Ler matéria completa
Indicados para você